Mulheres fora de série

A participação das mulheres na construção do pensamento científico é tão antiga quanto o princípio da ciência. Entre 1901 e 2016, 48 mulheres receberam o Prêmio Nobel, das quais dezenove foram em física, química, fisiologia ou medicina. Apesar da imposição de papéis de gênero no século XVIII, as mulheres protagonizaram grandes avanços na ciência. Durante o século XIX, as mulheres foram excluídas da maior parte da educação científica formal. No final do século XIX, com a criação de faculdades para mulheres, possibilitou oportunidades de educação e trabalho para as cientistas. . 📍Hoje estreamos o quadro MULHERES FORA DE SÉRIE, começando com as mulheres na ciência. A cada segunda-feira apresentaremos uma mulher fora de série diferente. Este quadro é baseado no trabalho de Literatura da 2ª série do Ensino Médio do CEPE. . Grupo da semana: Catarina Baptista, Gabriella Pascoal, Maria Clara Paiva e Teresa Carvalho. O parágrafo inicial é a introdução do trabalho delas.






3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo